Postagens

Mostrando postagens de 2012

A SUSTENTABILIDADE DEPOIS DO DISCURSO

Preocupação estratégica ou discurso ordinário ?
A sustentabilidade virou tema de revistas semanais, de moda, de culinária, esportiva, de arte...enfim...vem ocupando um lado "perigoso" do discurso bonitinho,ordinário(pois esta na ordem do dia), entretanto cheios de clichês que estão bancando uma industria da fantasia sem limites. Meetings e conferências clássicas como Rio+ 20, Copenhagem dentre outras viraram piadas e foram fontes inesgotáveis de gastos com publicidade mentirosa.Talvez esteja sendo duro demais, mas quando voce percebe atores clássicos da degradação ambiental no "mesmo palanque" de ambientalistas e alguns oportunistas verdes, é para desconfiar do desfecho disto.  Todos nós sabemos que o Brasil foi "empurrado" nesta marcha da sustentabilidade, tendo em sua estrutura fabril uma dezena de companhias de celulose e milhares de curtumes espalhados por todo o território nacional que usam uma quantidade de cromo suficiente para manchar metade do plan…

OS DOIS LADOS DA MESMA MOEDA

O lado da agonia A agonia espanhola parece não ter mesmo fim, e pela primeira vez na história recente do país mais de 25% da população está sem trabalho. Em apenas cinco anos de crise, mais de 4 milhões de pessoas perderam seus empregos e muito pior do que isto, mais de 1 milhão de famílias se encontram em uma situação crítica em que nenhum de seus membros tem hoje trabalho.Dados oficiais do  governo espanhol dão conta que o desemprego alcança 5,7 milhões de pessoas, o mais alto já registrado. A origem da agonia A crise eclodiu incialmente quando o setor da construção quebrou, isto porque parte das finanças de dezenas de cidades estava baseada nesses empreendimentos. O resultado foi um rombo nas contas públicas e se não bastasse, as dúvidas do mercado financeiro sobre a Espanha dificultaram a capacidade do país em se financiar captando recursos em euro ou em outros mercados fora do continente. A resposta foi o maior programa de cortes e redução de investimentos do país em sua his…

A VOCAÇÃO MANIQUEÍSTA DA SOCIEDADE

A ORIGEM Maneira de pensar simplista em que o mundo é visto e dividido em dois lados; o do Bem e o do Mal .Dá-se como conceito a esta visão o que conhecemos hoje como maniqueísmo.Nascido na Pérsia no século III, Mani (Manes ou Manchaeus), fundou uma religião, o maniqueísmo, após ter sido "visitado" duas vezes por um anjo que o convocou para esta tarefa, fato este comum entre aqueles que fundam religiões e seitas até hoje. A religião maniqueísta se difundiu pelo Império Romano e pelo Ocidente Cristão. O maniqueísmo combina elementos do zoroastrismo, antiga religião persa, e de outras religiões orientais, além do próprio Cristianismo.Forma religiosa de pensar; não como religião autônoma, mas enquanto comandos camuflados que influenciam os discursos do cotidiano, inclusive as religiões formais e seitas. "Possui uma visão dualista radical, segundo a qual o mundo está dividido em duas forças: o Bem (luz) e o Mal (trevas) como entidades antagônicas em perpétua luz.…

A AVENTURA DO IPI

A origem Em 2008,ainda no Governo Lula, a redução de impostos tanto em material de construção, quanto em linha branca e automóveis foram motivadas por uma crise muito forte, que se estendeu até 2009. Neste momento haviam quase trinta milhões de novos consumidores que estavam saindo das classes D e E e indo para a classe C, turbinando a manutenção dos níveis de consumo, ao contrário do que aconteceu no mundo inteiro.Veio a segunda crise e nós fizemos a mesma coisa e os resultados já mostraram que os efeitos são menores e perigosos, exatamente porque estes trinta milhões de consumidores já compraram na primeira crise, liderados pelos que não tinham televisão, máquina de lavar roupa e refrigerador e não vão trocar estes produtos agora. Nós precisaríamos ter um novo consumidor, o que não aconteceu nesse período devido ao fato de que trinta milhões de novos consumidores não surge da noite para o dia. O efeito portanto, é cada vez menor porque é todo baseado no mercado local. Os números a…

O JUROS NO DIVÃ.

Alexandre Tombini, presidente do Banco Central, afirmou que a reação da economia brasileira às medidas de estímulo como corte dos juros básicos está mais demorada do que o usual.Ele aponta para defasagem nos efeitos da política monetária.Sempre é bom lembrar que a previsão do FMI (Fundo Monetário Internacional) para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro em 2013 é de 4,6% e para este ano espera-se 2,5% de alta.
Juros cá....Juros lá..

No velho continente, seu colega e presidente do Banco Central Europeu Mario Draghi disse que  o BCE “está pronto para fazer tudo aquilo que for necessário para preservar o euro” . Os juros sobre as obrigações da Espanha, em especial, caíram bastante, e os mercados de ações prosperaram por conta disto.Entretanto, discurso é discurso e jogo não é treino...sei lá...mas o Banco Central Europeu (BCE) manteve o juro básico da zona do euro em 0,75% e o seu presidente Mario Draghi abandonou o discurso pirotécnico da semana passada ao defender …

RIO+20 : UM TRIBUTO A OBRA MÁXIMA DE DANTE ALIGHIERI

A obra de Dante Alighieri
Dante Alighieri, encarna A DivinaComédiapara se mostrar politicamente. Condenado à morte e exilado de sua Florença, terra que lhe serviu de berço, o poema foi todoescritoentre 1302 e 1321. Dante derrotado na lutapolíticaem Florença, tinha outros infortúnios para enfrentar, como a separaçãoentre o poderespiritual (representado pelopapa), e o podertemporal(representado peloimperador).
Dante defendia a monarquia comosistema de governo e que o papanãotinha o direito de se intrometer nosproblemas de Estado, uma atribuiçãoexclusiva do monarca. Ao papa restava administrar o seurebanho, o queera, porsisó, tarefagigantesca. Uma outraluta de Dante, difícil de compreenderhoje, erapelofim da venda de indulgências: a Igreja vendia o perdãopelospecados e só iam para o inferno os pobres, quenão podiam comprá-lo.
Por várias vezes, ao longo da Comédia, Dante condena essecomérciovil. Essas preocupaçõestão particulares estão contidas na Comédia, especialmente no Inferno, paraond…

A MÃO QUE BALANÇA O PIB

A semana passada tive a felicidade de assistir uma palestra do Professor e amigo José Pastore em um almoço promovido pelo também amigo e ora Presidente da Ordem e do CORECON, Professor Manolo.
Sua palestra tratava de um tema intrigante no Brasil de hoje (Produtividade e Custo do Trabalho: Tendências) que é a competitividade e a eficiência da mão de obra diante da crise internacional, ensaiando seus efeitos nos próximos anos no Brasil .Entre tantos relatos curiosos está o PLR antecipado das montadoras, que mesmo com o mercado retraindo não "ousam" cortar mão de obra pois julgam ter extrema dificuldade em repô-la....ops..queda de demanda, lucros em queda, e antecipação do PLR para segurar trabalhadores...o que estaria acontecendo?E mais...
Segundo dados do relatorio Focus do BACEN os ganhos reais observados nas 256 convenções trabalhistas dos últimos 12 meses dobraram de 1,6% para 3,1%...e mais ainda...
Os salários turbinados pelo salário mínimo subiram em média 8,7% comparad…

O APARTHEID BRASILEIRO NA EDUCAÇÃO

Primeiro é preciso definir a palavra "APARTHEID", uma pronúncia em Africâner(Africa do Sul) que batiza o regime de separação racial em que este país foi submetido entre 1948 e 1994, tendo como fim a eleição do até então exilado Nelson Mandela.
Escolhi este tema para dimensionar o que estamos vivendo agora oficialmente.No ultimo dia 26 de abril foi aprovado por unanimidade(toda unanimidade é burra segundo Nelson Rodrigues), a política de cotas raciais nas universidades públicas brasileiras. A decisão vale para todas as universidades públicas que já usam ou pretendem implantar o sistema.
O nosso APARTHEID
O projeto que garante 20% das vagas para negros e pardos em todos as universidades do Brasil vem gerando forte controvérsia em toda a sociedade. Se de um lado estão aqueles que historicamente foram escravizados e discriminados e que vêem nesta política uma forma de diminuir as desigualdades sociais entre negros e brancos no país, do outro certamente está aqueles que se se…

PEDALANDO NO PACTO SOCIAL

Hoje sem dúvida pedalar é preciso, mais do que preciso é colocar esta discussão polêmica em um lugar socialmente "civilizado".Segundo a Abraciclo, o Brasil possui 65 milhões de bicicletas em circulação pelo país e considerando que é um equipamento de diversão e meio de transporte, nos coloca numa posição de discussão séria a respeito do lugar urbano que ela deve ocupar.
Os investimentos em espaços exclusivos para pedalar nos últimos anos cresceram significativamente, ainda que insuficientes segundo a base de comparação.As ciclovias das metrópoles brasileiras são em geral  bem mais curtas e isoladas comparadas às das grandes cidades europeias. A maior rede cicloviária do País,de acordo com levantamento feito pelo especial divulgado no site Terra, é a do Rio de Janeiro com 260 Kmts,  que é apenas a metade da ciclovia de Paris.Ja São Paulo, maior cidade do país, conta com modestíssimos 52 Kmts.  
Se a construção de ciclovias não acompanha nem de longe o ritmo da entrada em circul…

TSUNAMI DE PALAVRAS

Nos ultimos dias temos vivido momentos de "campanha eleitoral" por duas das mais importantes personagens internacionais, uma alemã, outra brasileira.Em tempos de valorização pública da figura da mulher como grandes atrizes, cantoras, atletas ,lideres religiosas e ja de algum tempo políticas, temos as figuras da semana e do momento por que não dizer, Angela Merkel, chanceler da Alemanha, principal país da zona do euro e Dilma Rousseff, presidente eleita do Brasil, sexta economia do mundo e principal liderança econômica da América Latina.
Tanto Merkel como Dilma são apostas poderosas eleitorais de seus partidos para uma renovação de liderança e discurso político, ainda que com passados bem diferentes, ambas exercem o poder pragmático da mulher em um meio dominado por políticos barbados.

CONHECENDO A HISTÓRIA

Merkel é filha de um austero pastor luterano criada na ex-Alemanha Oriental comunista para onde seu pai foi enviado nos anos 50 por sua igreja, formada em Física pela Uni…

A COPA DO MUNDO E O DIA SEGUINTE

No dia 30 de outubro de 2007 o Brasil se tornou país anfitrião da Copa do Mundo de Futebol de 2014. O comunicado foi feito durante reunião do comitê executivo da Fifa em Zurique, na Suíça, na qual estavam  entre tantas personalidades esportivas, o então presidente Lula.Esta matéria a seguir contextualiza um belo trabalho da REVISTA VEJA de Outubro de 2007, onde vou relembrar alguns dados importantes para nossa análise.
Antes de qualquer contextualização "ufanista" nacional, retomemos os motivos  "mais ou menos" técnicos que culminou com a escolha do Brasil como país sede. O primeiro esta no momento em que a Alemanha derrotou a África do Sul na votação interna do órgão para escolher o país-sede da Copa de 2006, quando a Fifa foi surpreendida pelo resultado adverso inesperado, pois dava como certa a vitoria "política" da Africa do Sul .
 A partir daí estabeleceu um rodízio entre os continentes que abrigariam o campeonato, cabendo a  África do Sul, o mais dese…

QUE REGIME É ESTE?

Recentemente, a Revista Época publicou em seu semanário uma reportagem chamada "Especial Rússia- 20 anos sem comunismo, o que eu acredito ser merecedora de destaque neste Blog.Evidente que poderíamos achar que Glasnost e Perestroika tenham sido junto com a queda do muro de Berlim em novembro de 1989, capitaneada por Gorbachev, o divisor da história recente do fim do comunismo e o inicio de uma Russia conectada com o lado capitalista.
Entretanto, o capitalismo a "moda russa" aponta como chamamos na teoria política, um "defeito de nascença", fenômeno este que ocorre quando dois regimes se sucedem e o último "carrega" sinais claros do regime anterior.
Segundo dados fornecidos por institutos locais, o Estado russo controla boa parte da economia (Bancos,industrias de base,petrolíferas entre outras atividades) e de acordo com a Revista Forbes, a Rússia é o país com maior número de bilionários na Europa e a terceira nação do planeta neste quesito(atrás apen…