Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

A CARA DOS NOVOS DESEMPREGADOS

Imagem
Imagem: google.com.br

Em janeiro deste ano a Organização Internacional do Trabalho (OIT) já previa que a taxa de desemprego no Brasil deveria continuar crescendo nos próximos dois anos e atingir 7,1% em 2015 e 7,3% em 2016.Em 2014 o índice de desemprego no Brasil atingiu 6,8%, nos cálculos da organização. Ainda segundo este mesmo relatório (Perspectivas para o emprego e o social no mundo – Tendências para 2015), o desemprego no Brasil também deverá ser de 7,3% em 2017, o mesmo índice do ano anterior.
Por falar em 2014 , o saldo de empregos no comércio paulistano foi o menor dos últimos seis anos segundo pesquisa da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (FECOMÉRCIO SP). Pela primeira vez há mais empresas prevendo a diminuição no quadro de pessoal do que o aumento da equipe. A luz amarela acendeu também para o setor de serviços, uma vez que o Índice que mensura a Confiança do Setor de Serviços da Fundação Getúlio Vargas (FGV) registrou uma queda para a atividade de 5,4%, de janei…