Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2015

DINHEIRO AINDA NÃO DÁ EM ÁRVORE!

Imagem
                                                                    Imagem: uol.com.br
O governo federal entregou ao presidente do Congresso, senador Renan Calheiros, do PMDB, a proposta de Orçamento da União de 2016 com um rombo primário  na casa dos 30,5 bilhões de reais, equivalente a 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB).A única coisa que nos espanta com tanta "sinceridade" dos homens da fazenda é a reação que eles provocaram em todos, tanto no campo político como no campo da mídia em geral. Na verdade um espetáculo do óbvio, pois alguém achava que com uma recessão técnica do Produto Interno Bruto (PIB) a mais de doze meses, juros subindo estratosfericamente, desemprego batendo  a casa de 8 milhões de trabalhadores associado há uma infinidade de subvenções do estado em vária áreas  produtivas e mais, a teoria comprovada que dinheiro  ainda não dá em árvore, eu pergunto: Porque tanto espanto?
Segundo dados do governo, a economia nacional deverá crescer 0,2% em 2016(o mercado …

ARGENTINA:UM CONTO CHINO

Imagem
Havia alguns anos que não ia a capital portenha de Buenos Aires, onde estive por último em 2009 em um congresso na UBA e na FLACSO para apresentação de trabalhos.Após 6 anos, não para minha surpresa e espanto, encontrei um país muito pior do que aquele que conheci.
Uma semana na capital federal argentina foi o suficiente para perceber o "quão" perverso é o atual momento econômico para a sociedade argentina, uma sociedade que esta mergulhada numa profunda crise de autoestima e sem perspectivas para o futuro.Esses dados inclusive foram obtidos por uma pesquisa da Universidade Católica, que apontou a desilusão de mais de 30% das famílias argentinas formadas por chefes(líderes) entre 28 e 35 anos.
Os números do problema...
Nos últimos doze meses o peso argentino se desvalorizou 48% , a maior queda dentre seus pares latinos segundo a Revista América Economia, e viu suas empresas exportadoras perderem quase 4% de vendas reais em dólares, desculpem o trocadilho.Se não bastasse isto, s…