QUE REGIME É ESTE?

Recentemente, a Revista Época publicou em seu semanário uma reportagem chamada "Especial Rússia- 20 anos sem comunismo, o que eu acredito ser merecedora de destaque neste Blog.Evidente que poderíamos achar que Glasnost e Perestroika tenham sido junto com a queda do muro de Berlim em novembro de 1989, capitaneada por Gorbachev, o divisor da história recente do fim do comunismo e o inicio de uma Russia conectada com o lado capitalista.

Entretanto, o capitalismo a "moda russa" aponta como chamamos na teoria política, um "defeito de nascença", fenômeno este que ocorre quando dois regimes se sucedem e o último "carrega" sinais claros do regime anterior.

Segundo dados fornecidos por institutos locais, o Estado russo controla boa parte da economia (Bancos,industrias de base,petrolíferas entre outras atividades) e de acordo com a Revista Forbes, a Rússia é o país com maior número de bilionários na Europa e a terceira nação do planeta neste quesito(atrás apenas de Estados Unidos e China), concentrando polpudos 33%  do PIB.

Este dado leva a outro mais assustador ainda, pois esta "intervenção estatal moderninha" conduz á uma relação incestuosa entre o governo e a oligarquia, explicando a "dinastia Putin" com seu pupilo e atual presidente Medvedev. Hoje ele (Putin) desfruta de quase 68% de popularidade e mesmo assim está enfrentando protestos contra uma possível fraude eleitoral ocorrida no final de 2011 ,colocando seu partido e consequentemente seu governo  sob ameaça de provocar uma crise política sem precedentes desde os anos de" ferro".

Voltando ao ambiente de negócios, algo que pela lógica deveria ter dado "um passo a frente", o que se encontra na nova "economia russa" é uma corrupção generalizada, onde os empreendedores costumam ficar na mão dos burocratas do governo, e quem não dá a sua "contribuição"...esta sujeito ao rigor da lei sem precedentes, perseguições e multas...De acordo com o GEM, instituto internacional que mede taxas de empreendedorismo, apenas 2,8% dos  russos entre 18 e 64 anos tem seu próprio negócio, diante de 15,3% dos brasileiros por exemplo.

Para encerrar, os russos, apontados pelas grandes grifes internacionais serão o alvo dos próximos 10 anos, com renda per capta em torno de USD 19.190 (dobro dos brasileiros) e quatro vezes superior a encontrada a dez anos atrás, consomem todo tipo de marca estrangeira..ainda que isto não explicite o conforto de uma nação.

Esta Rússia com certeza não é a que o capitalismo imaginava e nem tampouco o antigo regime socialista, conseguiu algo inédito, desgregar as correntes mais ao centro dos dois regimes. Cabe esperar qual  o nome de batismo deste regime, porque nem socialistas, nem capitalistas querem batizar "esta criança jovem de 20 anos".


Até a próxima e que DEUS nos abençoe! 


Comentários

Os MAIS LIDOS

A INDIFERENÇA FAZ A DIFERENÇA

A VOCAÇÃO MANIQUEÍSTA DA SOCIEDADE

A AVENTURA DO IPI