QUEM O BRASIL PROCUROU PARA TRABALHAR EM 2014



Confira abaixo a lista dos profissionais mais procurados em cada área e os motivos para o aquecimento da demanda (Getty Images)
                                                                     
                                                           Imagem: Getty Images


O problema do desaquecimento econômico do Brasil não impediu que houvesse falta de profissionais qualificados, e veja que isto não é um problema somente do Brasil.Países como Japão, Peru, Índia e Argentina também sofrem com a escassez de profissionais qualificados. Estes são dados consolidados da 9ª Pesquisa Anual sobre a Escassez de Talentos do Manpowergroup, onde foram ouvidos mais de 37 mil empregadores em 42 países e territórios(aqui o estudo ouviu mais de 850 empregadores), sinalizando a média global de escassez de talentos em 36%, a mais alta desde 2007(41%) e maior que no ano passado que atingiu 35%.

O  Brasil tem tido um comportamento preocupante e a queda percentual de 68% em 2013 para 63% em 2014 não significou melhora no quadro da empregabilidade, empresas continuaram sem preencher vagas em 2014, pois não encontram profissionais com as competências necessárias para os cargos segundo este estudo mencionado.O abismo que se abre sob os pés de empregadores vem se acentuando e os países que mais sofrem com essa situação em 2014 são encabeçados por Japão (81%) seguidos de perto por Perú (67%), Índia (64%), Argentina (63%) e Brasil (63%).Empregadores na Irlanda (2%), Espanha (3%), Holanda (5%), África do Sul (8%) e Singapura (10%) são os menos propensos a enfrentar essa dificuldade.

A seguir a comparação do ranking brasileiro dos profissionais mais procurados segundo o estudo nos últimos dois anos:

2014 2013
1) Operários*     1) Técnicos*
2) Técnicos*     2) Operadores de produção*
3) Motoristas     3) Contadores e profissionais de finanças*
4) Secretárias, assistente administrativo      4) Trabalhadores de ofício manual
5) Trabalhadores de ofício manual     5) Operários*
6) Profissionais de TI     6) Engenheiros
7) Contadores e profissionais de finanças*     7) Motoristas
8) Operadores de produção*     8) Secretárias, assistente administrativo 
9) Engenheiros      9) Representante de vendas
10) Gerente de vendas    10) Mecânicos

*Em negrito as alterações mais relevantes no estudo



Uma outra pesquisa refletindo o momento...



Em conexão com o momento vivido no Brasil, especialmente durante o segundo semestre, a empresa de recrutamento especializado Robert Half mapeou as profissões mais demandadas em 2014 no Brasil. O levantamento inclui as áreas de finanças e contabilidade, mercado financeiro, vendas, marketing, engenharia, seguros e jurídico.É importante observar que nesta pesquisa há uma correlação distante com a Manpowergroup,cujo trabalho aborda uma amostra mais diversificada e ampla, entretanto, a mesma cita "também" o grupo de finanças.

Os cargos em alta estão em um grupo conhecido como TOP SEVEN e são eles: gerente contábil, gerente de riscos, gerente de vendas, gerente de marketing, engenheiro de vendas, gerente comercial/novos negócios e advogado sênior especializado em consultivo tributário.O aumento na demanda por esses cargos pode ser explicado em função do cenário menos favorável onde via de regra busca-se alavancar vendas, controlar custos e melhorar a eficiência das operações.

Abaixo segue a explicação do TOP SEVEN segundo a Robert Half:


1) Finanças e contabilidade: Gerente contábil

O mercado de finanças e contabilidade sofre com uma contínua escassez de profissionais que tenham conhecimentos em inglês e perfil "parceiro do negócio".

2) Mercado financeiro: Gerente de riscos (mercado, crédito, liquidez, operacional)
Os bancos têm se readequado às novas legislações e às regulações do Banco Central. Para isto, a demanda em áreas de controles, compliance e risco está aquecida.

3) Vendas: Gerente de vendas
Momento econômico tem forçado as empresas a apostar na força de vendas para alavancar os resultados e a rentabilidade. A profissionalização de alguns setores, especialmente os relacionados a serviços, vem impactando ainda mais a demanda na área de vendas das empresas.

4) Marketing: Gerente de marketing
A área de marketing vem passando por um momento de reestruturação nos últimos semestres. As organizações optaram por estruturas mais enxutas, ganho de sinergia e agrupamento de mais responsabilidades sob equipes menores. O gerente de marketing com experiência e visão de negócios é mais valorizado nesse cenário.

5) Engenharia: Engenheiro de vendas
O engenheiro consultivo e integrado ao negócio vem sendo cada vez mais demandado em diferentes indústrias, principalmente quando se trata da área comercial técnica. A indústria dá preferência a contratar engenheiros nas áreas comerciais, pois a formação técnica permite que ele entenda a necessidade do cliente de forma específica para propor soluções completas.

6) Seguros: Gerente comercial/novos negócios
Com a profissionalização e o desenvolvimento da indústria de seguros e resseguros no país, cresceu a demanda por foco em desenvolvimento de relacionamento em novas contas.

7) Jurídico: Advogado sênior especializado em consultivo tributário
Com o aumento da preocupação das empresas em desenvolver planejamentos tributários que possibilitem economia financeira, cresce a demanda por advogados com conhecimento na área.


Bem pessoal, por hoje é só e que DEUS nos Abençoe!

Comentários

Os MAIS LIDOS

A INDIFERENÇA FAZ A DIFERENÇA

A VOCAÇÃO MANIQUEÍSTA DA SOCIEDADE

A AVENTURA DO IPI